Invasão – PMMG – Data Group

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou publicação no Twitter que referencia um vazamento de dados no site de compartilhamento de texto Ghostbin. O grupo Data Group (canal Discord) publicou os dados e assumiu a autoria do vazamento da PM-MG.

O grupo indicou que a motivação para divulgação dos dados foi contribuir com a segurança dos sistemas da PM-MG.

 

Os dados do vazamento incluem informações pessoais e institucionais, como registro de armas de fogo e veículos dos servidores da

Continuar Lendo

Desfiguração – PMMG – Inocent

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou duas desfigurações de página em subdomínios da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG). O hacker Inocent novamente assumiu a autoria dos ataques contra a PM-MG.

O invasor não veiculou mensagem política ou ideológica, apenas inseriu o texto:

This site has been defaced by Inocent

Os dois subdomínios atacados (ainda ativos na publicação desse post) são: intranet.policiamilitar.mg.gov.br/autenticacaosso/intranet-homologacao.policiamilitar.mg.gov.br/autenticacaosso/. Vale destacar que o vídeo que retrata invasão a domínio da PM-MG, em 06/08, indicou

Continuar Lendo

Desfiguração na Polícia Militar de Minas Gerais

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou desfiguração de página em subdomínio da PM-MG. O hacker pr0w4r assumiu a autoria do ataque.

O invasor não veiculou mensagem política ou ideológica, apenas inseriu o texto:

pwned by pr0w4r

O termo pwned é uma variação da palavra em inglês owned, que é utilizada por hackers como gíria para situações em que se obteve controle administrativo sobre um computador ou sistema.  Isso sugere motivação de ostentar a própria capacidade ofensiva, algo como “hackostentação”.

Essa não é

Continuar Lendo

Invasão – PMMG – Inocent

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente detectou em 05/08 vídeo que apresenta invasão da intranet da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG).

A invasão foi publicada em canal do YouTube do hacker 1n0c3nt #ConTV. O hacker não publicou mensagens políticas nesse ataque.

O vídeo tem passagens que sugerem que o atacante de fato ganhou acesso privilegiado no servidor da PM/MG.

O vídeo possui dois minutos e oito segundos. Por volta dos 40 segundos, o atacante cria um

Continuar Lendo