Greve de Caminhoneiros – Dados Relevantes

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou uma pesquisa muito interessante no site de compartilhamento de texto Pastebin, publicada pelo indivíduo chamado COGUMELLOW. Ela apresenta dados relevante e inusitados sobre a greve de caminhoneiros que parou o Brasil entre os dias (20 e 25 de maio) e sobre um dos seus principais organizadores.

Reproduzimos o texto a seguir na íntegra com o acréscimo de alguns dados que julgamos relevantes para validar ou aprofundar as observações da pesquisa do COGUMELLOW.

Greve de Caminhoneiros

“Ainda sobre os protestos de caminhoneiros, que me pareceram (parecem?) bem esquisitos, sobretudo pelas reivindicações. Se fosse um proteste de autônomos, por que não exigir o aumento proporcional no valor do frete, em vez de redução de custo (diesel e pedágio)?

O site do UOL informou que a organização por trás do negócio é o “Movimento União Brasil Caminhoneiro”. Achei o site deles. Pelo que o site informa, o “movimento” não é um órgão representativo da categoria, mas uma cooperativa de trabalho. A página de descrição me pareceu bem problemática, pois se concentra na “quantidade de votos” que a cooperativa conseguiria angariar “para eleger prefeitos, vereadores, etc”. (vejam aqui: http://www.uniaobrasilcaminhoneiro.org.br/mubc.htm).

Por pura curiosidade, eu resolvi pesquisar no nome de quem estava registrado o domínio do site, pois no site não há nome de diretoria, presidentes, membros, nada. Pois é.”

Domínio uniaobrasilcaminhoneiro.org.br
Titular: Movimento Uniao Brasil Caminhoneiro
Documento: 03.930.142/0001-46
Responsável: Nelio Sebastiao Botelho
Endereço: Rodovia Presidente Dutra, 555
Endereço: 21240-001 - Rio de Janeiro - RJ
País: BR
Telefone: (21) 24712585
Contato do Titular: ELABO15
Contato Administrativo: ELABO15
Contato Técnico: ELABO15
Contato Cobrança: ELABO15
Servidor DNS: ns1.locaweb.com.br
Servidor DNS: ns2.locaweb.com.br
Servidor DNS: ns3.locaweb.com.br
Criado: 11/08/2000 #395558
Expiração: 11/08/2018
Alterado: 21/07/2015
Status: Publicado

Contato (ID) ELABO15
Nome: Eliane Albuquerque Botelho
Email: suporte.informatica@cobrascam.com.br
País: BR
Criado: 03/09/2011
Alterado: 06/11/2016

Acrescentamos o WhoIs pelo CNPJ03.930.142/0001-46:

Documento 03.930.142/0001-46
Titular: Movimento Uniao Brasil Caminhoneiro
Responsável: Nelio Sebastiao Botelho
Endereço: Rodovia Presidente Dutra, 555
Endereço: 21240-001 - Rio de Janeiro - RJ
País: BR
Telefone: (21) 24712585

Contato do Titular: ELABO15
Criado: 11/08/2000
Alterado: 10/10/2011
Contato (ID) ELABO15
Nome: Eliane Albuquerque Botelho
Email: suporte.informatica@cobrascam.com.br
País: BR
Criado: 03/09/2011
Alterado: 06/11/2016

Domínios
mubc.com.br
mubc.org.br
uniaobrasilcaminhoneiro.org.br

O resultado dessa busca de WhoIs por CNPJ, mais dois domínios que não foram comentados foram identificados:

“Descobri que o site está registrado no nome de “Eliane Albuquerque Botelho“, sobre quem não achei muita informação online, exceto que é técnica/analista em TI e estudou na UFF (http://br.linkedin.com/pub/eliane-albuquerque/51/9a2/aab). O email registrado dessa pessoa é de um domínio “@cobrascam.com.br”. Cobrascam? Fui atrás.

A Cobrascam é, aparentemente, outra cooperativa de caminhoneiros (http://cobrascam.com.br/cobrascam.htm), que também não é órgão representativo trabalhista, pelo que entendi. O site parece um pouco mais transparente, mas também não tem informação nenhuma sobre diretoria, membros, atividades, etc. Hmmm. Estranho. Joguei a Cobrascam no Google.

Descobri que o diretor presidente da Cobrascam é o mesmo “presidente” do Movimento União Brasil Caminhoneiro. O nome dele é Nélio Botelho (*atenção para o sobrenome Botelho*). Procurando informações sobre ele no Google, encontrei alguns relatos de greve, vi que já foi entrevistado por Boris Casoy, etc. (http://www.cargapesada.com.br/…/edic…/faixacontin82/galo.htm)”

Acrescentamos o Whois do domínio cobrascam.com.br:

Domínio cobrascam.com.br
Titular: Coop. Bras. dos Transp. Rod. Aut. de Bens Ltda
Documento: 32.068.371/0001-00
Responsável: Nélio Sebastião Botelho
Endereço: Rodovia Presidente Dutra, 555
Endereço: 21240-001 - Rio de Janeiro - RJ
País: BR
Telefone: (21) 34489090
Contato do Titular: ELABO15
Contato Administrativo: ELABO15
Contato Técnico: ELABO15
Contato Cobrança: ELABO15
Servidor DNS: a.sec.dns.br
Servidor DNS: b.sec.dns.br
Registro DS: 57137 RSASHA1 7590C700C8747942133E6B313F4903F757C25BE0
Criado: 11/08/1999 #186976
Expiração: 11/08/2021
Alterado: 19/08/2012
Status: Publicado

Contato (ID) ELABO15
Nome: Eliane Albuquerque Botelho
Email: suporte.informatica@cobrascam.com.br
País: BR
Criado: 03/09/2011
Alterado: 06/11/2016

Mais um detalhe muito interessante, mesmo endereço, mesmo responsável e mesmo owner. CNPJ diferente. Fazendo o whois pelo CNPJ 32.068.371/0001-00:

Documento 32.068.371/0001-00
Titular: Coop. Bras. dos Transp. Rod. Aut. de Bens Ltda
Responsável: Nélio Sebastião Botelho
Endereço: Rodovia Presidente Dutra, 555
Endereço: 21240-001 - Rio de Janeiro - RJ
País: BR
Telefone: (21) 34489090
Contato do Titular: ELABO15
Criado: 11/08/1999
Alterado: 10/10/2011

Contato (ID) ELABO15
Nome: Eliane Albuquerque Botelho
Email: suporte.informatica@cobrascam.com.br
País: BR
Criado: 03/09/2011
Alterado: 06/11/2016

Domínios
cobrascam.com.br
cobrascam.eco.br
parccobrascam.com.br
s2kcobrascam.com.br

“Mas. Só que.

Encontrei algumas informações de atividades bem suspeitas e controversas. Não há muitas condições de checar pela internet, mas faz sentido.

– Achei uma notícia dizendo que um órgão público estava repassando uma área de 160mil metros quadrados para a Cobrascam. Em seguida encontrei a informação de que quem “manda” na área é o tal Nélio Botelho que presta serviços privados de atendimento a caminhoneiros no tal terreno (restaurante, borracharia, etc).

Vide:  http://www.agu.gov.br/page/content/detail/id_conteudo/244589

– O mesmo artigo sobre o problema com a área de 160mil metros quadrados na beirinha da Dutra (http://www.ncst.org.br/mural.php?id=15578) também está discutindo uma legislação que regulamenta o trabalho dos caminhoneiros. Essa entidade (União Brasil Caminhoneiro) e a Cobrascam, na pessoa do tal Nélio, foi contra essa regulamentação.

Sabe quem mais foi contra, e luta ao lado desse suposto “Líder caminhoneiro”? Jerônimo Goergen, deputado federal do PP pelo Rio Grande do Sul, que foi um dos proponentes da CPI que ataca a FUNAI nos processos de demarcação de terras indígenas. Esse cara também é a favor de uma “Sudene” para o Sul do Brasil, tadinho, que é tão pouco desenvolvido… Entre outras pérolas que vocês encontram aqui (http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_lista.asp…)

Outro comparsa “do bão” é o deputado ruralista Nelson Marquezelli, do PTB-SP. O show de horrores de suas posições de extrema direita estão em seu site oficial (cujo link me recuso a repassar). Na lista de projetos de sua autoria, porém, aparece uma relação próxima ao Ministério da Defesa (http://www.camara.gov.br/internet/sileg/Prop_lista.asp…), que parece ser uma área de interesse desse político.

Seguem mais alguns links “interessantes” sobre o tal Nélio Botelho. Comprovando que minha preocupação e impressão com os “protestos de caminhoneiros” não está tão errada assim:

Istoé: O pelego que parou o país (sobre sua proximidade com os patrões)
http://www.istoe.com.br/re…/226768_O+PELEGO+QUE+PAROU+O+PAIS

Ministério dos Transportes: abertura de processo sobre irregularidades na obtenção do terreno de Nélio
http://www.transportes.gov.br/…/con…/id/19572/module/default

Revista Época (notinha sem data, mas parece q é da época do governo FHC), sobre o tal terreno: http://epoca.globo.com/edic/20000703/joyce.htm

Nélio e o MUBC defendendo piores condições de trabalho para caminhoneiros, para que as empresas não percam dinheiro: http://blogdocaminhoneiro.com/…/mubc-pede-reducao-do-tempo…/

O MUBC indo contra uma greve: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi3001200107.htm

Já tá bom pra vocês acreditarem?”

Conclusão

O objetivo da difusão desses dados é compartilhar informações que parecem relevante em meio a esse conturbado momento que nosso país vivencia. Estamos informando o que parece ser pertinente para que o leitor, se quiser, utilizar essa informação que não estava disponível na grande mídia.