Hacktivismo – América Central

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou novas campanhas e ações hacktivistas na América Central.

Além da #OpNicaragua que já mencionamos aqui no Lab algumas vezes, detectamos ações de desfiguração contra página da Presidência da República de El Salvador e vazamentos de dados no contexto da #OpGuatemala.

 Em ambos os casos as ações possuem forte conteúdo hacktivista veiculando mensagem de protesto e acusações contra as autoridades públicas e a corrupção nos respectivos países.

No caso da desfiguração de página da Presidência de El Salvador, a ação foi reivindicada por Iggy:

Deface – El Salvador – Iggy

O vazamento de dados vinculado à #OpGuatemala também teve como alvo a Presidência da República da Guatemala. A autoria de vazamento foi reivindicada pelo grupo An0nymous Guatemala, grupo guatemalteco que tem intenso engajamento contra o governo daquele país.

Leak – OpGuatemala – An0nymous_GT

O vazamento apresenta uma quantidade enorme de credenciais (usuário e senhas em claro) de várias entidades públicas guatemaltecas, dentre elas destacam-se: Secretaría de Comunicación Social de la Presidencia, Superintendencia de Administración Tributaria – Guatemala, Contraloría General de Cuentas, Instituto Nacional de Estadística Guatemala e Banco de Guatemala.

O vazamento vem acompanhado da seguinte mensagem:

Compártelo para que sepan que estamos detrás de todos los corruptos.
/dev/null antes que el deshonor y la traición!

Os incidentes apresentados indicam um cenário em que diversos protestos hacktivistas ocorrem com cada vez mais frequência na América Central. Caso grupos de outras nacionalidades – por exemplo do Brasil – se engajem em ações ofensivas contra alvos de países como El Salvador, Guatemala e Nicarágua, parece certo que os referidos governos serão presas fáceis para desfigurações, vazamentos de dados e negações de serviço.