O deface e a Globalização

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente (24/09) identificou ao menos 15 desfigurações de página em subdomínios da Renault. 

O hacker Payitaht Attacker, de nacionalidade turca, assumiu a autoria dos ataques contra as páginas, na Bulgária, da frabricante de carros francesa Renault. A mensagem veiculada é de protesto em favor da Palestina.

Os domínios afetados pelo deface em massa são os seguintes:

Globalização é um fenômeno fascinante: uma empresa francesa é atacada em suas páginas, na Bulgária, por um hacker turco publicando mensagens em favor da Palestina.