Vazamento de Dados – TRT 11 – #OpVotoImpressoJá

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou publicação no site de compartilhamento de texto Ghostbin contendo a tabela do banco de dados de página do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (Amazonas e Roraima).

A ação foi realizada pelo grupo Brazilian Cyber Army (BCA), assinada pelos hackers NeoInvasor e VandaTheGod. Ela tem nítido perfil hacktivista, pois foi explicitamente vinculada à #OpVotoImpressoJá e a #ForaTemer, ambas orientadas para o período eleitoral de 2018.

Leak TRT 11ª Região

O vazamento inclui nome de 19 databases da TRT11. O vazamento ainda apresenta o conteúdo da tabela TBL_USUARIO, vinculada à base DBSISTEMA, a partir da qual é possível observar 39 registros de usuários.

O Brazilian Cyber Army tem longo histórico de atuação (Ajuris, INPA e municípios de SP, deface em massa), relatados aqui no Lab.

O TRT da 11ª Região também tem histórico de ocorrências identificadas pelo nosso Monitoramento Avançado Persistente e publicadas aqui no Lab. Em 13/04 foi identificado caso de spamdexing junto ao o subdomínio (http://estrategia.trt11.jus.br/) destinado ao planejamento estratégico do Tribunal Regional do Trabalho de 11ª Região. É importante ressaltar que a inserção de código permanece ativo até o momento da elaboração deste artigo.

Screenshot – TRT11 – Pornografia

Essa ação bem sucedida contra o TRT11 foi publicada em conjunto ao ataque à CEF, as quais consituem-se em evidência definitiva da elevada capacidade técnica do BCA.

Outro ponto de destaque é a presença de forte orientação político-ideológica que fomentam as ações do BCA. Isso demonstra que o grupo é altamente motivado e dotado de capacidade técnica elevada, tornando-o um dos grupos hacktivistas brasileiros mais relevantes.