Vazamento de dados – Venezuela

Já reportamos vazamento de dados de entidades brasileiras como do Partido Comunista Brasileiro (PCdoB), do Partido dos Trabalhadores (PT), do IDP – Instituto Brasiliense de Direito Público, de entidades públicas do Piauí, e entidades estrangeiras com vazamentos de dados de entidades argetinas e cubanas.

Dessa vez nosso sistema de monitoramento avançado persistente detectou vazamento de dados de pessoas vinculadas ao gabinete da presidência da Venezuela.

A motivação para os vazamentos é política, o que permite a classificação dos dados como hacktivismo.

Os dados de 22 pessoas aparentemente vinculadas à Presidência da Venezuela foram postados em site de compartilhamento de arquivos com a acusação de se tratarem de “corruptos”.

Screenshot dos dados – os nomes veiculados foram obscurecidos

Entre os dados divulgados estão as imagens de rosto dos funcionários, nomes, correios eletrônicos, números de telefone (celular e fixo) e código de identificação nacional. Em alguns casos dados de geolocalização e de dispositivos utilizados também foram disponibilizados.