Vazamento de Dados – Orozu – KelvinSecTeam

Nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou uma publicação que aparentemente divulga vazamento de dados de ICO de uma criptomoeda chamada Orozu, o ICO da moeda ocorreu em maio de 2018.

A publicação no site de compartilhamento de texto Pastebin foi atribuída ao grupo de pesquisadores venezuelanos, KelvinSecTeam. Ela inclui dados pessoais de ao menos 54 proprietários da moeda (nome, e-mail, telefone, endereço de BTC e ETH), dentre os quais 14 pessoas de nacionalidade brasileira.

A autoria

Continuar Lendo

Empresas públicas e as criptomoedas (3)

Já falamos aqui no Lab sobre evidências de que empresas públicas brasileiras estiveram engajadas em atividades de mineração de criptomoedas nos últimos meses.

Em outro post, mostramos que o endereço IP 179.106.201.172 (AS 263083 – Parque Tecnológico de Itaipu – PTI) apresentou comportamento consistente como um nó da rede Bitcoin.

Nosso sistema de monitoramento avançado persistente identificou a ocorrência de outro endereço IP, também do Parque Tecnológico de Itaipu, como nó integrante da rede Bitcoin.

Dessa vez trata-se do endereço IP 179.106.200.222.

Continuar Lendo

Empresas públicas e as criptomoedas (2)

Já falamos aqui no Lab sobre evidências que empresas públicas brasileiras estiveram engajadas em atividades de mineração de criptomoedas nos últimos meses.

Nosso sistema de monitoramento avançado persistente reportou uma atualização de uma das empresas citadas no post original.

O endereço IP 179.106.201.172 (AS 263083 – Parque Tecnológico de Itaipu – PTI) apresentou comportamento consistente como um nó de Bitcoin. O registro foi identificado como ativo durante o dia 05 de março, na porta 8555 e com o user agent BitCore 0.14.1.6.

Continuar Lendo

Sites brasileiros e mineração de criptomoeda

Já falamos no Lab sobre a mineração de criptomoeda com um novo modelo de negócio capitaneado pela Coinhive.

Hoje nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou publicação da comunidade Malware Reverse BR, realizada em site de compartilhamento de texto, contendo uma lista de sites brasileiros aos quais foi atribuída mineração pela Coinhive.

São 75 páginas com o código embutido, listadas abaixo. Dentre as páginas há site do município gaúcho de Cachoeira do Sul (aparentemente já solucionado).

juliosemeghini.com.br
cursowellington.com.br
sinproesemma.org.br

Continuar Lendo

Ativo institucional, uso pessoal

O final de semana foi animado. Alguns vazamentos coletados pelo nosso monitoramento avançado persistente são exemplos de uma prática recorrente por parte dos usuários, o uso de um ativo institucional (conta de e-mail) para fins pessoais.

Nos dois exemplos indicados a seguir servidores de entidades públicas brasileiras utilizaram o seu e-mail corporativo para realizar cadastro em sites privados: uma consultoria de gestão de pessoas brasileira e um broker de criptomoedas búlgaro.

Continuar Lendo

Você já minerou criptomoedas sem saber

Nesse post vamos explorar as formas “legítimas” pelas quais a mineração de criptomoedas pode ser imposta aos visitantes/usuários de aplicações web (mesmo sem o seu conhecimento), além dos efeitos que essa mineração pode ter sobre a infraestrutura do usuário.

Sucessivos eventos demonstram a popularização das criptomoedas e a atratividade da mineração como atividade econômica.

– Na última semana, milhares de sites oficiais de governos de diversos países foram afetados por um plugin malicioso de mineração de criptomoedas (Monero).

Continuar Lendo

Empresas públicas e as criptomoedas

As criptomoedas são uma realidade, seja para os que creem nelas como moeda/ativo ou para os céticos, é quase impossível passar por uma conversa casual sobre tecnologia sem que blockchain, Bitcoin, Ethereum , IOTA (entre outras!) sejam mencionadas.

Há menos de 10 dias uma notícia de que engenheiros nucleares russos foram presos por tentar usar supercomputadores para minerar Bitcoin foi um tema popular de debate na comunidade das criptomoedas.

Poucos dias depois da repercussão da notícia, nosso sistema de monitoramento avançado

Continuar Lendo