Vazamento de dados – IDP

Na sequência do julgamento realizado pelo STF sobre a possibilidade de prisão do ex-presidente Lula após condenação em segunda instância, o nosso sistema de Monitoramento Avançado Persistente identificou vazamento de dados do Instituto Brasiliense de Direito Público, instituição de ensino que seria do Ministro Gilmar Mendes do STF.

A motivação expressada no vazamento sugere que se trata de um ataque com motivação política contra o Ministro Gilmar Mendes, o que permite classificar esse ataque como uma ação hacktivista.

Os dados

Continuar Lendo

Vazamento de dados – Piauí

Nosso sistema de monitoramento avançado persistente detectou um vazamento de dados relacionados a entidades públicas do estado do Piauí, o ataque tem autoria do grupo brasileiro Zakrytye.

O grupo divulgou em site de compartilhamento de código detalhes sobre os bancos de dados da Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID), Corpo de Bombeiros Militar do Piauí (CBM/PI), Fundação Cultural do Piauí (FUNDAC) e do Programa Fome Zero.

Continuar Lendo

RDP, Zakrytye e riscos cibernéticos

Existem inúmeras formas de acesso remoto a servidores – protocolos como Telnet, SSH, RDP, VNC – o objetivo é conferir dinamismo para uma organização, permitindo o acesso remoto e que o suporte técnico necessário seja realizado à distância. Isso reduz custos, acelera processos, reduz tempo de interrupção e cria novos riscos cibernéticos para a organização.

Vamos falar hoje do Remote Desktop Protocol (RDP), que é um protocolo muito utilizado e permite a usuário se conectar a um computador rodando o Microsoft

Continuar Lendo

Depois da Receita Federal, Toxic Security Team desfigura site da Justiça Federal

O Grupo Hacker Toxic Security Team desfigurou na madrugada de hoje (13/03/18) o site da Revista da Justiça Federal do Rio Grande do Sul (JFRS). Até o momento, cerca de 12 horas depois, a desfiguração continua ativa na URL http://revistadigital.jfrs.jus.br/ojs-2.3.8/public/site/images/candysec/tst.png

Conforme postado aqui no Lab dia 11/03/18, a Revista da Receita Federal do Brasil (RFB) também foi desfigurada pelo mesmo grupo hacker.

O atacante CandySec optou por veicular o mesmo manifesto utilizado na invasão

Continuar Lendo

Vazamento de dados – PCdoB

Hoje tivemos um post sobre a relação entre ataques de desfiguração de página e ações hacktivistas.

Nossa conclusão foi de que entre hacktivistas brasileiros ações com “vazamentos de dados e ataques de negação de serviço são práticas mais frequentes que os ataques de desfiguração”.

Poucas horas depois da nossa publicação o Partido Comunista Brasileiro (PCdoB) foi atacado pelo grupo brasileiro Toxic Security Team. O grupo divulgou em site de compartilhamento de código detalhes sobre o banco de dados do PCdoB.

O grupo apresentou motivação político-ideológica

Continuar Lendo

Ativo institucional, uso pessoal

O final de semana foi animado. Alguns vazamentos coletados pelo nosso monitoramento avançado persistente são exemplos de uma prática recorrente por parte dos usuários, o uso de um ativo institucional (conta de e-mail) para fins pessoais.

Nos dois exemplos indicados a seguir servidores de entidades públicas brasileiras utilizaram o seu e-mail corporativo para realizar cadastro em sites privados: uma consultoria de gestão de pessoas brasileira e um broker de criptomoedas búlgaro.

Continuar Lendo

Hacktivismo

O hacktivsmo é um fenômeno que acompanha a internet desde a sua popularização. O baixo custo de entrada para ações cibernéticas ofensivas (recursos humanos e financeiros), o anonimato das ações e a facilidade de acesso a alvos outrora distantes tornam essa forma de atuação bastante atrativa para grupos que possuam alguma plataforma política.

Numa matriz de risco é comum que essa ameaça seja avaliada com alta probabilidade de ocorrência e impacto de baixa monta.

Mas é oportuno lembrar que, além

Continuar Lendo

A saga de Roraima continua

Roraima sofre com hordas de venezuelanos, com o clã Jucá e agora ataques cibernéticos. Hoje informamos sobre um ataque de desfiguração de 9 páginas de municípios roraimenses.

Na sequências desses ataques, o servidor que hospeda a página do município de Cantá foi alvo de um novo ataque. Dessa vez o objetivo parece ter sido obter acesso a áreas restritas da aplicação e/ou servidor.

Como o ataque parece ter sido bem sucedido e exibe credencias de acesso (usuário e a senha

Continuar Lendo